Estudos

PANTANAL – UM PARAÍSO A PRESERVAR E FRUIR

By 03/09/2019 novembro 7th, 2019 No Comments

PANTANAL
Um Paraíso Natural a Preservar e Fruir

PANTANAL
2- Um Paraíso Natural a Preservar e Fruir

I- Pantanal como Espetáculo

1. Sinto o Pantanal, como algo quase paradisíaco, onde ainda são exuberantes as maravilhas da Natureza.
Observo o Pantanal com admiração, carinho, gratidão e certa apreensão.
Apesar da depredação que sofreu, e ainda vem sofrendo, graças a alguns abnegados, amantes da vida, o Pantanal está em recuperação, e se mantém.
É admirável. É monumental: um monumento da natureza; um monumento à vida.
O Pantanal é uma joia que o Brasil herdou. Um magnífico poema de Deus.

2. O mundo admira-se pela diversidade da Amazônia, mas quase desconhece outras preciosidades. O Pantanal ainda é um tesouro a descobrir, e sempre será.
O espírito de cidadania, a formação de caráter cordial, leva as pessoas a saberem apreciar e se regozijarem na presença do que é verdadeiro, bom e belo: do que é saudável.
No Pantanal vivenciamos esta trilogia que alegra o coração humano.

Por sua magnitude e por sua importância e diversidade natural, o Pantanal foi declarado pela UNESCO, Patrimônio Natural Mundial e Reserva da Biosfera.

3. O Parque Nacional do Pantanal situa-se entre dois ricos ecossistemas brasileiros, o Cerrado e a Amazônia. É bem diferente, mas possui características de ambos. Por estas circunstâncias, aí se desenvolve uma das faunas mais ricas do Planeta.
O Pantanal é um dos ecossistemas mais ricos do Brasil.
Conhecer e sentir o Pantanal é um privilégio.

4. Senti que não poderia guardar, só para mim, as maravilhas que no Pantanal pude observar.
O que de melhor conquistamos devemos compartilhar com quem o quiser conhecer e usufruir.
O Pantanal, não é um pântano lodoso, de água parada e suja, como o nome sugere.
É, antes, uma grande planície, composta de terras planas, e de baixa altitude. A altitude máxima é de 200 metros.
As águas são límpidas e claras.
O Pantanal é cercado por serras, que formam uma barreira natural, em torno da região, aprisionando as águas. Parece algo bem planejado.

5. As águas que inundam o Pantanal vêm do Planalto Central do Brasil, do Cerrado, e do degelo da Cordilheira dos Andes. Escorrem, no Pantanal, pelos rios Paraguai, Cuiabá, Piquiri, Taquari, rio Negro, Aquidauana e seus afluentes.
Alguns estudiosos falam em vários Pantanais: o do rio Cuiabá, o do rio Taquari e o do rio Miranda.
Alguns contam 10 (dez) Pantanais, cada um com suas especificidades. Na realidade são dez sub-regiões de um único Pantanal.
Por ser um imenso território plano, as águas correm, lentas, e se espalham, inundando os campos.
Pela lentidão das águas, o pico das enchentes pode ocorrer em tempo de seca.

6. No tempo das cheias, mais de 100 mil quilômetros quadrados do Pantanal são inundados pelas águas. Criam-se paisagens encantadoras, deslumbrantes.
O Pantanal fica sob as águas, por mais de seis meses do ano.
Aqui, as cheias/inundações são sempre benfazejas, embora causem muitos embaraços.

Um apelo aos “desenvolvimentistas”:
PRESERVEM O PANTANAL.
Diga não à Hidrovia Paraguai-Paraná;
Não ao asfalto de Transpantaneira;
Não à depredação da natureza;
Não à destruição do habitar natural da Fauna e da Flora;
Mantenha-se intacto o ciclo das águas.
É melhor prevenir do que remediar.

 

Leave a Reply